Home American Dream A América voltou a escolher-me

A América voltou a escolher-me

by Jaqueline
0 comment

Porque é que acredito que há momentos na vida que nos dão asas para voar mais alto?

A primeira vez que fiz isto tinha 18 anos, passaram quase 20 e há coisas que nunca mudam.

O poder dos grupos interculturais e o impacto dos programas de intercâmbio na nossa vida é irrefutavelmente muito grande indepentendetemente da idade.

Achava que depois de uma certa idade a maturidade sobrepunha-se a estes momentos porque esta coisa de grupos é para os mais novos.

Estava errada ! Conviver com 50 pessoas todas de países diferentes expondo os nossos maiores medos, as nossas ambições e deixando que o feedback nos ajude a crescer nunca vai ser ultrapassado pela idade, seja ela qual for.

Durante os últimos 4 dias estive imersa numa bolha onde empreendedorismo em todas as suas vertentes foi o tema central. Sendo o empreendedor um dos propulsores fundamentais, falar sobre a missão de vida , quem somos e quais os pontos a melhorar esteve quase sempre em cima da mesa.

Porque este programa foi organizado pelo Departamento de Estado dos EUA e gerido pelo German Marshall Fund of the US, perceber como é que a política de Washington nos influência numa óptica Global foi muito interessante. Efectivamente, existem pessoas que trabalham há cerca de 10 anos em Washington e feito um trabalho impressionante.

Uma vez disseram-me que quando estou numa sala onde não sou a pessoa mais inteligente é porque estou na sala certa. Pois, estar em debate exaustivo com pessoas que querem trazer algo para a mesa que querem ser diferentes, que querem criar impacto e mudar o mundo é a única forma de expandir as minhas asas.

É sempre mais fácil criar empatia com pessoas que têm tudo a ver connosco, que estão num percurso semelhante e que acreditam que tudo é possível e que podemos sempre voar mais alto.

You may also like

Leave a Comment

@2024 All Right Reserved Jaqueline Silva