Home Imprensa Top 10 – Dezembro 2012

Top 10 – Dezembro 2012

Rúbrica Livros e Manias

Leia a notícia aqui

Sugestões de livros para este Natal

 Sugestões de livros de economia para este Natal

 

O ´MOMENTUM´ APELA À ECONOMIA E OS AUTORES DESTA CIÊNCIA CONCORREM COM A FICÇÃO. OU NÃO FOSSE, ESTE, UM ANO DE CRISE (BEM) REAL!

 

Acabem com esta crise já!” (Presença), de Paul Krugman é a primeira sugestão de leitura de “livros de Economia” para este Natal. Nesta obra o Nobel da Economia, em 2008, analisa a economia mundial desde a Grande Depressão. O que conclui Krugman? Estamos a esquecer as lições do passado. Défice, inflação, os efeitos da despesa pública e o emprego são as grandes variáveis abordadas nesta obra, que não esquece também os temas do momento: euro e crise da dívida europeia. Em tom exclamativo, ainda que com ideologia económica diferente, Camilo Lourenço escreve “Basta! – como tirar a crise de Portugal”(Matéria Prima). Nesta obra o prisma é nacional. E o olhar crítico é uma viagem, com (bons) gráficos e a cores, que vem desde o passado. Escreve o autor que “Depois de três bancarrotas em 36 anos, caso único na Europa, será que ainda não aprendemos a lição?”. De leitura fácil, este livro, a valer pelo Top Económico, já invadiu os lares portugueses.

Ainda no mesmo registo de estudo nacional, “Portugal: Dívida Pública e Défice democrático” (FFMS), de Paulo Trigo Pereira ,é uma excelente escolha que une qualidade com baixo preço. Este livro custa cinco euros mas poderá adquiri-lo no site da Fundação por 3,5 euros.

Igualmente interessante e mantendo “o olhar nacional”, o livro “As contas politicamente incorrectas da Economia Portuguesa” (Temas&Debates), de Ricardo Arroja, brilha pelos dados e factos que apresenta.

Mais teórico, “Adam Smith – Uma vida iluminada” (Texto), de Nicholas Phillipson, constitui uma excelente biografia sobre o autor de “A Riqueza das Nações”, o reconhecido “fundador da economia moderna”.

Ainda no campo biográfico, anote a obra ” Steve Jobs“( Objectiva), de Walter Isaacson.

Outras duas obras a reter são: Keynes/Hayek – O confronto que definiu a economia moderna“, um livro que aborda a questão teórica de fundo do mundo da economia; e, o polémico livro de Marc Roche “O Banco – Como a Goldman Sachs dirige o Mundo“, obra esta que é recordista de vendas. E de méritos. Esta obra venceu o prémio de Livro de Economia 2010, atribuído pela Associação de Jornalistas Económicos e Financeiros de França.

Também premiado e depois de já lhe terem sido atribuidos dois Pulizter, Steve Coll, ganhou o galardão da melhor obra de economia e gestão atribuído pelo Financial Times e pela Goldman Sachs ( sim, a entidade que é alvo do polémico livro de Marc Roche). “Private Empire – ExxonMobil e o poder americano” é a obra vencedora.

Se quer voltar ao domínio nacional e se quer ganhar ” conhecimento estratégico” , não deixe de ler “Potencial Económico da Língua Portuguesa” (Texto), de Luís Reto. Leia ainda, no mesmo registo de “interesse”, “Lisboa, os Açores e a América” (Almedina), de José Filipe Pinto. O que fica a faltar? Um livro sobre as privatizações. Para já, nesse domínio, remeto -me ao “Silêncio – o poder dos introvertidos num mundo que não para de falar” (Temas &Debates), de Susan Cain. Boas Festas!

Data: 21/12/2012/ DIÁRIO ECONÓMICO/Autor: MAFALDA DE AVELAR)

 

 

 

TOP ECONÓMICO

 

1. Basta!

Camilo Lourenço/ Matéria Prima

 

2. O Banco – como a Goldman Sachs dirige o Mundo

Marc Roche/Esfera dos Livros

 

3. Ganhar com as apostas desportivas

Marcador/Paulo Rebelo

 

4. As Contas Politicamente Incorrectas da Economia Portuguesa

Ricardo Arroja/ Guerra&Paz

 

5. Estou Desempregada. E agora?

Jacqueline Silva/Prime Books

 

6. Acabem com esta crise, já!

Paul Krugman/Presença

 

7. Keynes/Hayek

Nicholas Wapshott/Dom Quixote

 

8. Resgatados

David Dinis e Hugo Filipe Coelho/Esfera dos Livros

 

9. O Livro das Decisões

Mikael Krogerus/Marcador

 

10. Código Mourinho

Juan Carlos Cubeiro/Planeta Manuscrito

 

 

UA-45706812-3