Home EmpreendedorismoComo Fizeste? Pl'Mundo Como é que o Miguel criou um negócio no Paraíso?

Como é que o Miguel criou um negócio no Paraíso?

by Jaqueline
0 comment

No Mapa Mundo: BaliCriar uma empresa_bali tours

O que faz?

Na minha opinião… Vive o Sonho!

Segundo o Miguel: Coloca o empreendedorismo Português ao serviço do mercado imobiliário de Bali
Sobrevive há:
2 anos

Website  |  Facebook

Viagens de sonho com o Miguel aqui

Já conheço o Miguel desde pequeno… Crescemos no mesmo sítio, os nossos pais conhecem-se e somos família. Um dia ouvi dizer que ele tinha aberto um negócio de t-shirts. Nessa altura já andava a olhar para o empreendedorismo com uma lupa diferente. Uns meses depois, como que por magia, disseram-me que estava em Bali. Tive de ir falar com ele, claro. Temos trocado muitas ideias desde então e o Miguel surpreende-me sempre pois tem uma garra e uma energia para conquistar além fronteiras continuando humilde perante o que já conquistou.

É a minha primeira entrevista publicada e vai ser o meu primeiro Podcast … para breve.

Aos aventureiros, a quem tem como destino Bali, o Miguel é o contacto. Fiquem a conhece-lo melhor!

Abri este negócio porque:

1. Realização pessoal

2. Desafio profissional

3. Gosto pela área comercial e cumprimento de objectivos

Como é que tudo começou? (… como tudo começa, numa conversa de café…)

Antes de sermos sócios somos dois amigos com experiências de vida diferentes. Conseguimos concretizar o que à primeira vista parecia quase impossível. Antes de iniciarmos este projecto em Bali, fizémos uma primeira viagem de reconhecimento. Foi a opção mais acertada, se já tínhamos a certeza que o projecto seria bem sucedido, depois de uma primeira visita foi possível confirmar tudo o que tínhamos pensado. Demorámos um ano para definir tudo, clarificámos as ideias e quando chegou a hora embarcámos com a certeza do desafio que tínhamos pela frente. Após duas semanas em Bali começámos a construção do projecto e 6 meses depois tínhamos a nossa empresa aberta para todo o Mundo.

Quais as maiores dificuldades?

As burocracias foram sem dúvida um quebra cabeças apesar dos contactos efectuados para o desenvolvimento do projecto. Só com perseverança e uma boa dose de paciência conseguimos chegar a bom porto. A barreira linguística também foi uma barreira à entrada, que pensámos que iria ser mais fácil pois sabíamos inglês.

12631543_1939965959562521_766930231106565281_nTiveste medo de falhar? Nos momentos maus como deste a volta?

O medo de falhar é presença assídua em qualquer desafio da vida. O projecto é  audaz. Emigrar para o outro lado do Mundo faz estremecer qualquer crença, ainda assim quando nos rodeamos das pessoas certas qualquer medo ou momento mais negativo é rapidamente substituído por força, humildade e brio de forma a alcançar os objectivos traçados.

O que terias feito diferente?

Nada. Voltaria a fazer tudo novamente sem pensar duas vezes.

O que é que fizeste bem?

Agarrar a oportunidade que conquistei.

O que é o sucesso para ti?

Trabalho, não defino como sucesso um objectivo alcançado mas sim como trabalho e perseverança.

O que nunca contaste aos teus pais?

Se contasse eles ficariam a saber. (risos)

O que queres fazer no futuro?

Abrir a Diamond Property Consultants em cada canto do Mundo.

Qual o teu maior sonho?

Retribuir em dobro o que recebo de quem está comigo diariamente.

Quais os conselhos que deixarias a quem quer abrir um negócio?

Arrisca, não deixes que o medo de falhar fale mais alto que a tua força.

Bom trabalho Miguel!

You may also like

Leave a Comment

@2024 All Right Reserved Jaqueline Silva