Home American Dream American Dream #4 – Tenho de fazer o puzzle para jantar?

American Dream #4 – Tenho de fazer o puzzle para jantar?

by Jaqueline
0 comment

A resposta é sim ! Quando se vive numa residência de estudantes que estão no segundo ano da universidade, tudo é possível .

 

 

Há uma odisseia acerca de encontrar apartamentos nos EUA. Mas vou deixar este tema para outro episódio.

Esta semana vou falar-vos das três miúdas com quem vivo e porque é não tenho mesa da sala para comer…

Uma é Coreana, outra é Indiana e a terceira é Norte-americana. Para a idade, são super maduras e as preocupações delas centram-se em fazer voluntariado, trabalhar no verão e descobrir como vão pagar o empréstimo de 160 mil euros ao banco assim que acabarem a universidade.

Ou seja, têm desafios ligeiramente diferentes dos alunos portugueses. Pelo menos, se comparar com os meus alunos.

O meu doutoramento é em Digital Média e empreendedorismo mas podia ser sobre estudantes universitários nos EUA. A viver com eles sinto-me uma antropóloga cultural pois é muito fácil absorver os costumes e perceber como uma sociedade se movimenta quando vivemos integrados nela, qualquer dia saio à rua de chinelos e meias brancas.

Quando cheguei ao meu apartamento pela primeira vez adorei.

Não vivia com tantas pessoas na mesma casa desde que fiz Erasmus, portanto achei que não haveria problema pois já tinha passado pela experiência.

Esqueci-me de um pequeno detalhe , quando fiz Erasmus em Barcelona tinha a mesma idade que elas têm agora. Um dia fui passear as Ramblas e cheguei a casa com um “coelho anão” mas que afinal não era … foi uma festa !

Desta vez , não comprei nada para casa mas a Koreana, durante a semana do “Spring Break” ( a pausa do semestre) trouxe para casa um puzzle de mil peças. Aparentemente para elas também foi uma festa, portanto o meu coelho é um puzzle nos dias de hoje .

Claro que o único sítio possível para montar um puzzle numa casa partilhada é na mesa da sala. Uma semana depois tinham encaixado 20 peças, cada vez que passava na sala e via que de semana para semana elas iam colocando uma peça. Fazendo as contas um mês depois aquele puzzle tem, talvez umas 50 peças no sítio… Para chegar às mil, talvez no próximo Natal.

Já tinha comprado individuais para comer, porque achei que compunha a mesa, coisa impensável para estudantes que estão a acumular uma dívida de 160 mil euros. Quando viram, disseram-me que eu era mesmo Europeia.

Bem, a verdade é que aqueles individuais servem perfeitamente para comer em cima do puzzle e evitar que as peças caiam no prato. Ainda não percebi como vou gerir o jantar que vou dar em casa, será que tenho de pedir às pessoas para me ajudarem a fazer o puzzle para podermos jantar sem peças por baixo dos pratos?

You may also like

Leave a Comment

@2024 All Right Reserved Jaqueline Silva